Banda Sinfónica Portuguesa

Sediada no Porto, a Banda Sinfónica Portuguesa foi criada em Novembro de 2004 por um grupo de cerca de 70 jovens instrumentistas. A BSP teve o seu concerto de apresentação no dia 1 Janeiro de 2005 no grande auditório do Teatro Rivoli do Porto onde também gravou o seu primeiro CD, tendo entretanto recebido um importante apoio por parte da Culturporto e mais tarde da PortoLazer na divulgação e expansão do seu projeto. Em Abril de 2010, lançou o seu álbum “A Portuguesa” com obras exclusivamente de compositores portugueses, tendo ainda gravado os cd's "Traveler" e "Hamlet" para as editoras holandesas Mirasound e Molenaar respetivamente. A partir de Janeiro de 2007, a BSP é convidada pela Fundação Casa da Música a apresentar-se regularmente na Sala Guilhermina Suggia, onde tem vindo a interpretar regularmente um conjunto de obras originais de compositores de renome mundial, algumas delas em primeira audição. A BSP tem proporcionado, na maioria dos seus concertos, a apresentação de talentosos solistas nacionais e internacionais. Algumas apresentações contaram com a participação de vários coros de instituições da cidade do Porto. Outros objetivos passam pela iniciativa pedagógica de levar a cabo Cursos de Direção de Orquestra bem como masterclasses de instrumento com professores de reconhecido mérito artístico. Maestros internacionalmente reputados como Jan Cober, Douglas Bostock, José Rafael Vilaplana, Alex Schillings e Eugene Corporon dirigiram a BSP com enorme sucesso, tendo considerado este projeto como extraordinário e de uma riqueza cultural enorme para Portugal. Aliás, a BSP tem vindo a receber até ao momento as melhores críticas, não só do público em geral, como também de prestigiados músicos nacionais e estrangeiros. Maestros portugueses como Fernando Marinho, Luís Carvalho, Avelino Ramos, António Costa, Alberto Roque e Hélder Tavares dirigiram também esta orquestra. Destacam-se a realização de concertos nos principais teatros de norte a sul do país, Teatro Monumental de Madrid (RTVE) Teatro Principal de Pontevedra (Galiza) e Rosalia de Castro (Corunha) e participações nos Certames Internacionais de Boqueixón e Vila de Cruces (Espanha). A BSP obteve em Abril de 2008 o 1º prémio no II Concurso Internacional de Bandas de La Sénia na Catalunha (Espanha) na 1ª secção e igualmente o 1º prémio na categoria superior (Concert Division) do 60º aniversário do World Music Contest em kerkrade na Holanda em Outubro de 2011, com a mais alta classificação alguma vez atribuída em todas as edições deste concurso que é considerado o “campeonato do mundo de bandas”. A Banda Sinfónica Portuguesa é uma Associação cultural, sem fins lucrativos, apoiada pelas escolas de ensino artístico especializado da música Academia de Música de Costa Cabral – Porto e Conservatório de Música do Porto, sendo ainda financiada pela Direção Geral das Artes. A direção artística está a cargo do Maestro Francisco Ferreira.

Músicos